Rapel em Jussara

Hoje foi dia de fazer rapel em um viaduto desativado da linha férrea, próximo a cidade de Jussara. O rapel foi organizado pelo meu amigo Alemão, como forma de comemorar seu aniversário de 34 anos. No rapel tive a oportunidade de encontrar alguns amigos e também de fazer novas amizades.

Mesmo já tendo feito  rapel outras  vezes, sempre fico  com frio na barriga. E esse  rapel era complicado a saída, pois não tinha apoio para os pés. Medo de lado, foi mais uma experiência inesquecível e com a adrenalina nas alturas literalmente.

x2
WhatsApp Image 2020-09-08 at 15.21.16
x4
x10x13
wwwwwwwwwww

Aventuras & Aventureiros – Caminho da Fé

O programa Aventuras & Aventureiros de hoje, falou sobre o Caminho da Fé, a versão brasileira do Caminho de Santiago de Compostela. Participaram do programa, Donizeti Aparecido da Silva, Andrey Legnani e Karina Legnani.

AVENTURAS & AVENTUREIROS 12 - 18.08.2020

Para assistir ao programa na íntegra, acesso o link abaixo:

Donizeti, Vander, Andrey e Karina.

Betty Boop – 90 anos

Hoje Betty Boop faz 90 anos. Ela é uma personagem criada por Max Fleischer e desenhada por Grim Natwick. Betty Boop fez sua primeira aparição em 9 de agosto de 1930, em Dizzy Dishes, o sexto episódio na série Talkartoon de Fleischer.

Betty tinha um jeito de garota independente e provocadora, sempre com as pernas de fora, exibindo uma cinta-liga. A personagem estreou em 9 de agosto de 1930, no curta Dizzy Dishes, espelhando-se nas divas desta década, ao som de muito jazz. Mas Betty Boop ficou famosa mesmo quando interpretou Boop-Oop-a Doop-Girl, de Helen Kane, e, enfim, entrou para a história, participando de mais de 100 animações.

Apesar de ter sido atenuada em meados dos anos 1930, como resultado do Código Hays para parecer mais recatado, ela se tornou uma das personagens de desenhos animados mais conhecidas e populares do mundo.

Os comerciantes redescobriram Betty Boop na década de 1980. Os produtos inspirados em Betty Boop se distanciam muito dos desenhos animados, uma vez que muito não têm conhecimento dela como uma criação cinematográfica. Grande parte desse produtos a colocam na sua forma mais sexy, tornando a personagem popular em todo mundo.

A propriedade dos desenhos animados de Betty Boop mudou de mãos ao longo das décadas devido a uma série de fusões, aquisições e alienações.  Atualmente, a Olive Films (sob licença da Paramount) detém os direitos de hoem vídeo e a Trifecta mantém direitos de transmissão televisiva. A personagem e a marca registrada são de propriedade do Fleischer Studios, com produtos licenciados pela King Features Syndicate.

betty-boop-logo

maxresdefault

klkj
Com a Betty Boop, no Island Adventure, em Orlando (2002).

Livro Into The Wild – 1ª Edição

O livro Into The Wild, de Jon Krakauer, foi lançado em 1997 nos Estados Unidos e logo fez grande sucesso. Depois se tornou filme também de sucesso. A história trágica de Christopher McCandless, conquistou o coração e a mente de jovens e adultos em todo o mundo.

A primeira edição do livro Into The Wild, se tornou uma raridade e as poucas edições que eventualmente são colocadas a venda em sites ou sebos, já alcançam preços na casa dos U$ 150,00 (R$ 799,50 no câmbio de hoje).

Abaixo algumas fotos de uma primeira edição do livro Into The Wild:

s-l500 (2)

s-l500 (3)

Livros: Na Natureza Selvagem

Publicado em 2007 nos Estados Unidos, o livro Into the Wild (Na Natureza Selvagem), logo fez bastante sucesso e se tornou filme também de sucesso. No Brasil, o livro foi publicado em 1998. Em 2017 foi publicado uma edição com um posfácio do autor, Jon Krakauer, onde ele revisa sua opinião sobre a real causa da morte de Christopher McCandless. Essa nova edição tem poucas páginas a mais no final, e não muda em praticamente nada a história.

a00
Edição de 1998.

a01
Edição de 2017, com o posfácio.

O Magic Bus vai para um museu…

Após ser retirado do seu local original (ver postagens de junho) e correr até mesmo o risco de virar sucata, o Magic Bus (ônibus 142), vai parar em um museu. O famoso ônibus que ficou conhecido através do livro que virou filme; Na Natureza Selvagem (Into the Wild), finalmente vai ganhar um lugar digno para ficar e ser preservado.

O Departamento de Recursos Naturais do Alasca, anunciou que o famoso ônibus 142 ficará exposto no Museu do Norte da Universidade do Alasca, em Fairbanks. O museu fica cerca de duas horas de distância do local de onde o ônibus foi retirado em junho último. Foi informado que o museu foi a instituição que melhor atendeu as condições exigidas para ter o ônibus em suas instalações. No museu o ônibus terá a garantia de que será um objeto histórico e cultural preservado. O ônibus 142 ao ser exposto no museu de Fairbanks, também irá preservar a história de todas as pessoas que se arriscaram e algumas que perderam a vida indo até ele.

Mesmo o museu de Fairbanks sendo a casa oficial do ônibus daqui para frente, ele ainda é de posse do Departamento de Recursos Naturais do Alasca e eventualmente poderá sair em exposição itinerante.

universidade-de-alaska-museu-do-norte-72668018
Museu do Norte da Universidade do Alasca.

5eebf7b76101b.image
O ônibus 142 quando seguia para Fairbanks.

into-the-wild-bus-1
O ônibus 142 ainda em seu local original.