III Enduro a Pé de Nova Tebas

Excepcionalmente dessa vez não farei postagens detalhadas sobre esse evento, por exclusiva falta de tempo. Fazer uma postagem detalhada e cheia de fotos demanda algumas horas de trabalho e no momento não tenho tais horas disponíveis. E se deixar para fazer tal postagem detalhada daqui alguns dias ou semanas, acaba perdendo a graça.

O III Enduro a Pé de Nova Tebas, foi realizado entre os dias 12 e 14 de outubro. Ao todo percorremos 73 quilômetros. Passamos por estradas, carreiros, trilhas, rios, pontes, pastos, sítios e fazendas. Enfrentamos sol, frio, vento, cansaço, bolhas nos pés, cachorros (não é Tiago!!), vacas (não é Valtério!!!). Conhecemos muitas pessoas durante a caminhada e fomos recebidos com muito carinho e hospitalidade por onde passamos. Então fica aqui meu agradecimento a todos que contribuíram para que esse Enduro a Pé fosse um sucesso. E também segue meu agradecimento aos companheiros de caminhadas, pois éramos um grupo unido onde um ajudava o outro.

III Enduro a Pé de Nova Tebas
Início da caminhada no sítio da família Dal Santo.
Uma das muitas porteiras que atravessamos.
Caminhando entre a criação de ovelhas.
Almoço no primeiro dia de enduro.
Com a família que nos recepcionou no almoço.
No meio do caminho tinha uma ponte.
Caminhando num fim de tarde gelado.
Atravessando rio.
Costela ao fogo de chão.
Bate papo antes do jantar.
O pessoal que nos recebeu no jantar do primeiro dia.
Acampamento ao amanhecer.
Início do segundo dia de enduro.
Caminhando no asfalto quente.
No segundo dia o almoço foi em um pesque pague.
Acampamento no sítio do Alex.
Celso, Tiago, Valtério, Shudy, Vander, Bamba, Alex, Jaque e Marcos.
Chegando à uma fazenda.
Foi terrível caminhar por essa estrada de pedras irregulares.
No pequeno Distrito de Poema.
Almoço na festa da igreja de Poema.
O GPS mostrando os quilômetros caminhados.
O fim da caminhada foi no Morro dos Ventos.