Feliz Natal!!!

981

pa

fotos_954_morte20do20papai20noelPassei o Natal em Campo Mourão, como de costume. Dessa vez não fui para Maringá para o “Natal dos Dissenha”, fiquei em Campo Mourão mesmo, com minha mãe, avó, irmã e sobrinha. Como minha avó anda meio adoentada, minha mãe resolveu ficar para cuidar dela e resolvi ficar com minha mãe.

Meu humor não estava dos melhores, pois nos últimos dias tive situações muito stressantes no trabalho e em razão disso quase que não consigo viajar para o Natal. Também tive uns problemas com meu vizinho e ex-amigo, que estava envolvido com drogas e andou roubando algumas coisas minhas. E para piorar ainda mais, minha inflamação de tendão voltou a incomodar e ter que ficar “parado” fez meu humor azedar ainda mais. Então aproveitei o feriadão de cinco dias para descansar e tentar relaxar. Li bastante e todo final de tarde ficava de papo no jardim da casa, sentado naquelas cadeiras de fitas coloridas. O calor era intenso, então quanto menos tempo dentro de casa, melhor era.

Também pude refletir bastante sobre o futuro e uma das  conclusões é que preciso mudar de emprego o mais breve possível, pois o meu emprego está sendo muito desgastante e além de estar fazendo mal para minha saúde, tem me tirado o prazer de fazer outras coisas, pois em razão do stress e da pressão no trabalho, vivo irritado, de mal humor, desanimado.

Acidente…

Carro logo após o acidente.
Carro logo após o acidente.

Essa madrugada aconteceu um acidente horrível bem em frente do meu prédio. Moro num cruzamento, em frente uma rua que fica paralela a Br 116 (futura Linha Verde). O detalhe é que a BR fica “lá embaixo”, uns cem metros do nível de minha rua.

No ínicio da madrugada quatro rapazes após saírem de um jogo de futebol, foram comemorar o aniversário de um deles e tomaram todas. Dai saíram para dar umas voltas de carro e numa praça que fica perto de minha casa resolveram dar alguns cavalos-de-pau com o carro. Então  desceram a rua lateral de minha casa a toda velocidade e como não conheciam o local, não se deram conta que a rua terminava e existia um barranco e a Br 116 lá embaixo. Para piorar, faz uns dois meses que em razão das obras da futura “Linha Verde”, o guard rail e as placas que sinalizavam o final da rua, foram retiradas pela Prefeitura. O resultado foi que ao descer a rua correndo demais, o carro dos rapazes litaralmente vôou morro abaixo e foi cair na BR 116 de rodas para cima. Por ironia do detino o aniversariante que completava 21 anos morreu no local e os outros quatro rapazes foram levados gravemente feridos para o hospital.

Tal acidente foi uma sucessão de erros, envolvendo bebida, falta de habilitação e falta de responsabilidade por parte  dos rapazes e da Prefeitura por ter retirado a sinalização da rua.

MISSÃO CUMPRIDA

cab_formOntem apresentei junto com Monique, minha colega de Faculdade e de trabalho, o projeto de estágio do curso de História. Teve uma banca formada por alguns professores e assistida por vários alunos. Como fizemos o estágio no mesmo colégio (o colégio onde trabalho), acabamos fazendo a apresentação juntos. Eu falei sobre a parte histórica do colégio e a Monique sobre a parte pedagógica. A principio seriam 20 ou 30 minutos de apresentação, mas no fim foram 01h15min apresentando. Escolhemos como professor da banca o Prof. Décio, que é o mais “fodão” e exigente do curso. Acho que fomos os unicos que escolhemos ele, pois os demais alunos escolheram professores mais “light”. Particularmente gosto do Prof. Décio e também tinha confiança de que junto com a Monique, a exemplo do ano passado, nosso projeto de estágio seria muito bom e então queria que ele fosse testado da melhor forma possível e pela pessoa mais exigente possível. E no fim valeu a pena, pois apesar do professor ter feito uma pergunta que tivemos dificuldade em responder, no final discretamente ele deu um sorriso e um ok o que signifou que realmente nos saímos bem.

Saí da faculdade eram 23h20min e no estacionamento só tinha meu carro sozinho lá no fundão. E pra piorar eu estava sem comer nada desde a hora do almoço, com dor de cabeça e o pé machucado doendo. Mas me sentindo feliz e realizado, pois agora encerrei de vez a faculdade e após iniciar três faculdades, finalmente cheguei ao final de uma. Não foi fácil, foram anos de muita luta e sacrificio, finais de semana e madrugadas “perdidas” estudando, muitas horas passando raiva em congestionamentos e um boa grana investida. Mas naquele momento em que segui mancado até o fundo do estacioanemnto para pegar o carro, tudo isso ficou para trás e só existia uma sensação de missão cumprida. Olhei para o céu e agradeci a Deus por ter me dado forças, pricnipalmente nas horas mais difíceis e nas vezes em que tive vontade de largar tudo.

Fui pra casa fazendo uma retrospectiva mental sobre os momentos bons e ruins pelos quais passei na faculdade. No caminho parei num Habbib´s comprar esfirras pois a fome era muita. Cheguei em casa após a mei-noite, tomei um banho rápido e sentei na cama para comer minhas esfirras. Após comer não lembro de mais nada, só sei que acordei de madrugada sentado na cama, morrendo de frio (fez 9 graus de madrugada), com a tv ligada, luz acesa e um gosto de esfirra na boca.

Mas valeu a pena…

ÁRVORE DE NATAL ECOLÓGICA

 

Árvore de Natal ecológica.
Árvore de Natal ecológica.

Curitiba terá uma árvore de Natal ecológica esse ano. Com 12 metros de altura a árvore vai iluminar o calçadão da Rua da Quinze (ou Rua das Flores). A “Árvore de Cristal”, como é chamada é feita com material reciclável. Sua estrutura foi preenchida com 4 mil garrafas plásticas cheias de água e líluidos coloridos. A árvore será iluminada com 6 mil watts de luz e poderá ser vista de longe. Espera-se que as garrafas funcionem como uma lente especial para difundir raios luminosos brancos e vermelhos. O “efeito cristal” deverá ser ampliado por microlâmpadas instaladas nas guirlandas e nos enfeites.

O material para montagem da árvore foi recolhido e preparado por famílias atendidas nos 27 Centros de Referência da Assistência Social (Cras) da Fundação de Ação Social (FAS). As garrafas foram retiradas de rios, terrenos baldios e áreas públicas da cidade. Também trabalharam nas etapas iniciais da construção da grande árvore e dos enfeites idosos que são atendidos em sete Centros de Atendimento ao Idoso (Catis).

CÉU LINDO

Evento raro no céu de 01/12/2008.
Evento raro no céu de 01/12/2008.

Ontem á noite fiquei vendo um filme e la pelas 21h00min sai para fora de casa e olhando para o céu algo me chamou  atenção. Bem em frente, á lua formava um triangulo com mais duas estrelas (que na verdade eram dois planetas). E para minha sorte acabou a energia elétrica na região que fica em frente ao prédio em que moro, então com pouca luminosidade o céu ficou mais escuro e o tal triangulo estava ainda mais bonito de ver. Fiquei um tempão observando aquilo, pois não me lembrava de ter visto algo igual antes. Só lamentei não ter mais minha câmera fotográfica, pois daria uma bela foto.

Mais tarde assistindo ao Jornal da Globo, vim saber que aquilo que eu tinha visto no céu era um fenômeno raro de acontecer, onde um triângulo luminoso era formado por Vênus, Júpiter e a Lua (crescente). O planeta Vênus é tão luminoso que ganhou o nome da deusa da beleza. Em alguns lugares é  chamado de estrela Dalva. Júpiter tem o nome do deus dos deuses. A ultima vez que tal fenômeno ocorreu foi em outubro de 1961 e irá ocorrer outra vez somente em 2052. Fiquei surpreso com tal noticia e ao mesmo tempo feliz em ter presenciado tal coisa, e meio que sem querer. Vamos ver se da próxima vez que o fenômeno ocorrer eu possa presenciar, pois em 2052 estarei com 82 anos e pra ser sincero não sei se consigo sobreviver até chegar a tal idade.

MARIO QUINTANA

Mario Quintana.
Mario Quintana.

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando se vê, já é sexta-feira…
Quando se vê, já terminou o ano…
Quando se vê, perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê, já passaram-se 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado.
Se me fosse dado, um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando, pelo caminho, a casca dourada e inútil das horas.
Desta forma, eu digo: Não deixe de fazer algo que gosta devido à falta de tempo, a única falta que terá, será desse tempo que infelizmente não voltará mais.

(Mario Quintana)